quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

2010: PREVALEÇA A LUZ SOBRE AS TREVAS

O ser humano é como uma criança espiritual que cresce vida a vida, desenvolvendo suas capacidades de entendimento e atuação dentro da supremacia cósmica. Enquanto não aprendemos a discriminar realidade/ilusão e atuar de acordo com o Superior, sofreremos em forma de tristezas e doenças esse desacordo.
Ninguém pode desejar mal ao outro sem desejar mal a si mesmo.
Ninguém faz bem ao outro e não fica em paz com Deus em si mesmo.
A Suprema Lei Universal para a evolução dos seres é assim. É Justiça, é despertar e ascensão.
Se eu quero evoluir, preciso de entendimento, compaixão, humildade e vigor da alma para não me deixar abater pelo “desconectado”. Deus e a Espiritualidade Suprema só querem o BEM.
Todo e qualquer sentimento que não estiver dentro dessa tônica, demonstrada por tantos e tantos sábios, santos, mestres e iluminados de todas as nações, religiões e gerações, como Buda, Jesus e Krishna, deve ser deixada de lado, como algo que está destinado a desaparecer por si mesmo.
Devemos procurar em nós próprios a raiz do ódio, dos sentimentos agressivos e arrancá-los, com disposição para sermos terreno fértil da paz e do amor de Deus.
Plante em você a fé, irrigue-a com um viver consciente em pensamento, palavras e atos de Luz e deixe crescer a Árvore da Realização Suprema, que tem suas raízes no Eterno e seus galhos estendem-se ao Infinito, alimentando com sabedoria nosso ser.
Que em 2010 estejamos ainda mais alinhados na Sublime Realização de UNIFICAÇÃO DA CONCIENCIA em Deus UNO e ETERNO.
Desejar o bem, a saúde, a prosperidade para todos, indistintamente é abrir a consciência para uma vida fértil e o corpo para ser instrumento construtor nos desígnios divinos.
Sejamos cada vez mais UM COM Deus e em Deus trazendo para as nossas vidas, seu AMOR, SUA PAZ E SUA GLÓRIA e desejando o mesmo para todos os que nos cercam, sem restrições.
Deseje apenas o bem, para o próximo ano, e para todo os outros de tua vida.
Não desanime jamais de fazer a LUZ prevalecer Sempre.

Sérgio Ribeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário