segunda-feira, 23 de agosto de 2010

PESADELOS


Pais que ficam extáticos e estarrecidos diante ao furor intenso dos fatos, e assim boquiabertos buscam em vão entender os acontecimentos, que pela dureza com que se revestem burlam a razão e entorpecem sentimentos. Evangelho de Jesus, pura e simplesmente como a grande proposta para um mundo melhor e pleno em paz!...

Mensagem recebida na Casa de Caridade Herdeiros de Jesus - Grupo da Fraternidade Espírita Francisca Paula de Jesus -

O mundo tem passado os seus dias a se revolver em constantes pesadelos, e as aflições têm se multiplicado tomando conta dos corações que se derramam em prantos doridas.
As lágrimas rolam pelas faces movimentadas pelas lamentações convulsas que dilaceram os corações de todos aqueles que assistem as mais duras cenas de barbárie no panorama das grandes degradações humanas.
Aqui e acolá encontramos os corações maternos que pranteiam os filhos, lamentando pela dura sina que muitas vezes se fazem presentes em algum momento da vida.
Pais que ficam extáticos e estarrecidos diante ao furor intenso dos fatos, e assim boquiabertos buscam em vão entender os acontecimentos, que pela dureza com que se revestem burlam a razão e entorpecem sentimentos.
Assim desperta a sociedade se une, nos mais dignos movimentos em torno de significantes protestos, cujos gritos eclodem do peito no afã de despertar consciências, e apressarem suas providencias que muitas vezes jazem inertes na linhas das soluções.
Nestes instantes de pesadelos, observamos comovidos a torrente dos sentimentos bastas vezes confusos, ao mesmo tempo em que também assistimos às mais diversas opiniões sobre o assunto, todas muito dignas e que fazem parte das mais louváveis manifestações do clamor popular, que tão somente atendem aos anseios de se colocar um fim nas ondas inclementes de pesadelos que por ora se fazem presentes.
Muitos gritam clamorosamente por justiça produzindo as maiores exigências, alguns clamam pela prisão perpetua, outros pedem o aumento das penas propondo um regime de detenção mais longo, muitos outros protestam contra as margens da maior idade balizando o contexto das responsabilidades, muitos clamam por penas mais severas a ser aplicadas aos mais jovens.
Toda essa gritaria nós entendemos louvável, pois parte da disponibilidade evolutiva de cada um, que coloca o coração no sentido de terminar, aniquilar, de destruir os pesadelos sociais.
Entretanto do lugar em que nos encontramos, em nossa acanhada posição evolutiva, observamos que todas as medidas corretivas por mais duras que sejam, serão plenamente inócuas em se tratando de medicar as chagas sociais que se avolumam por entre a humanidade e não lograrão a sua extinção.
Entendemos modestamente, que os pesadelos de hoje tem a sua origem no passado, nos refolhos das mentes atadas aos desmandos perpetrados no ontem, acumpliciadas que se encontra com a barbárie produzida pelos feixes de injustiças que emergem de um inconsciente coletivo, plantados nas revoluções, na ganância pelas riquezas produzidas pelo imediatismo da vida, pelas traições, pelas muitas guerras fratricidas que movimentaram os séculos e varam os milênios, se reproduzindo na sanha de vingança presente ainda nos dias de hoje.
E onde se encontraria então a solução?
Podemos afirmar que muito mais próxima a nós do que pensamos, cremos ou imaginamos, e perfeitamente executável no panorama presente.
Consiste em darmos ao homem primário, chances maiores nas linhas da auto evolução, ensejando a ele a oportunidades de tomar consciência de si na relação consigo mesmo e para com o seu próximo.
E qual seria então o caminho?
Ofertarmos ao homem um amplo projeto de Humanização, abrindo-lhe promissores espaços no contexto do crescimento individualizado, oportunizando para que coletivamente haja um crescimento comum.
Colocar em suas mãos o Evangelho de Jesus, abraçando a sua causa, a causa da Evangelização, levando-a ao homem criança desde a sua mais tenra idade.
É muito louvável o incentivo ao esporte que enseja sem duvida a saúde física e mental abrindo-lhes as portas das conquistas pessoais, é importantíssimo que se lhes descerrem as oportunidades para as artes, a musica encanta, o teatro engrandece, e a pintura molda mentes, e a arte num todo sensibiliza positivamente o coração humano, más todos estes esforços são incapazes de libertar o homem velho das algemas que os mantêm presos ao passado e escravos dos velhos hábitos.
Tudo isso se torna infrutífero se não tirarmos o homem do continuísmo mental em que se encontra, dando a ele oportunidades para alçar vôos mais promissores no sentido do progresso consciêncial seja pessoal ou coletivo
A tudo isto se torna então imprescindível disponibilizar o Evangelho de Jesus, pois somente ele humaniza, socializa e reforma, transforma e faz emergir um novo homem, capaz de reverter todas as tendências atuais e de fazer brotar um mundo regenerado e renovado em princípios.
Assim propiciamos aos nossos irmãos de jornada a misericordiosa oportunidade de aproximarem-se e adentrarem aos ensinamentos maravilhosos que brotam como a água cristalina nesta fonte fecunda chamada de "O Evangelho de Jesus" e que se encontra disponível entre nós a dois milênios, abrindo amplas oportunidades de esclarecimento e de amor.
Isto é tarefa de todos, onde quer que estejamos e como estejamos, abracemos assim com responsabilidade a tarefa da Evangelização Humana, ofertando a ela o melhor de nós mesmos, com seriedade, sinceridade e devotamento, lembrando que cada homem evangelizado será amanha um multiplicador de amanhã, levando consigo Jesus no coração, cidadão digno a plantar uma sociedade mais equilibrada e mais justa.
Será mais um trabalhador nas lides das atividades da Cristianização de Sentimentos!...
Assim ao invés de posicionamentos corretivos, das radicalizações usuais, dos exageros e das simples reedições da barbárie milenar, tomemos então posições preventivas, colaborando decisivamente para a reestruturação para um mundo novo, mais apto ao bem e em melhores condições para que todos sejam felizes.
Em regime de urgência abracemos esta proposta, trabalhemos diuturnamente no sentido de que nossas crianças, e os nossos jovens possam contar cada vez mais com os esforços sociais ora em curso, e aprimorando-os sempre no sentido de levá-los a viver Jesus através da firme aproximação às verdades transformadoras do seu Evangelho.
Levarmos nossas crianças e os nossos jovens a viver Jesus em cada ato de suas vidas, pois somente assim se tornarão cidadãos para si e para o mundo.
Na aplicação destes esforços, aliados aos muitos dignos programas espalhados pelo mundo, e contando com o apoio decidido dos corações dispostos a somar com Jesus na grande tarefa da "Humanização de Corações" tenhamos certeza que os pesadelos rapidamente se desfarão, e uma luz nova se fará entre nós, focalizando a paz, a harmonia e felicidade em sua plenitude.
A profilaxia contra os pesadelos está posta.
Evangelho de Jesus, pura e simplesmente como a grande proposta para um mundo melhor e pleno em paz!...
Filhos do meu coração, muita paz e muita alegria!...

Scheilla

Nenhum comentário:

Postar um comentário