sábado, 31 de março de 2012

EM TRIBUTO AOS 143 ANOS DO DESENCARNE DE ALLAN KARDEC


Viveu na França do século XIX um homem extremamente estudioso, pesquisador, sensato, culto, poliglota, ético, educador, honesto, íntegro, conceituadíssimo na sociedade francesa e em grande parte da Europa e, sobretudo, possuidor de uma conduta moral ilibada. Esse homem era o professor Hyppolite Léon Denizard Rivail. Dominava os conhecimentos na área da Matemática, da Física, da Química, da Astronomia, da Biologia e foi o autor da mais conceituada Gramática Francesa da época. Foi um dos mais notáveis discípulos de Pestalozzi e tornou-se famoso na Europa pelos trabalhos admiráveis que realizou. Era também muito cético e bastante exigente quanto a tudo o que lhe apresentassem como diferente do senso comum. Nada poderia ser aceito se não passasse pelo crivo da lógica, da razão e do bom senso, fosse quem fosse o autor da idéia. Foi então convidado por uns amigos para assistir a uma reunião na casa de um deles, onde se processavam fenômenos mediúnicos. (Vale lembrar que a mediunidade não é um patrimônio do Espiritismo e já existia há milênios, muito antes da existência da Doutrina Espírita, sendo praticada em vários lugares do mundo, nas diversas camadas da população, independentemente de crença religiosa, já que é uma faculdade humana). Utilizando seu indispensável ceticismo, resolveu pesquisar profundamente os fenômenos e pode comprovar que, de fato, os espíritos dos chamados "mortos" se comunicavam com os "vivos", iniciando aí uma série de contatos e indagações àqueles espíritos, questionando-os dentro do mais absoluto rigor, exigido pelo seu conhecimento científico profundo, sem qualquer sistema preconcebido. Por essa sua seriedade, pelos requisitos culturais, intelectuais e sobretudo morais, foi então escolhido pelos espíritos para organizar em livros os ensinamentos que lhe foram passados, para que a humanidade tivesse conhecimento.

Num ato de extrema grandeza, conclui que os livros não deveriam ter seu nome como sendo o autor, haja vista que se tratava de um nome bastante famoso, o que faria com que a obra fosse vendida pelo autor e não pelo seu conteúdo. Preferiu então adotar um pseudônimo, escolhendo um nome que havia tido em encarnação anterior, que lhe fora revelado por Zéfiro, um espírito amigo. Esse nome fora Allan Kardec. DESENCARNOU NO DIA 31 DE MARÇO DE 1869, EM PARIS, ABSOLUTAMENTE LÚCIDO, EM FRANCA ATIVIDADE, QUANDO, JUNTAMENTE COM SEU EMPREGADO, ARRUMAVA LIVROS NAS ESTANTES DA SUA LIVRARIA, VITIMADO POR UM ANEURISMA CEREBRAL. Sua história mais detalhada pode ser conhecida no livro "O que é o Espiritismo", editado pela Federação Espírita Brasileira. Esse livro é um resumo da Doutrina dos Espíritos. Seu conhecimento mais profundo e detalhado só pode ser obtido com o estudo criterioso de suas obras básicas.





AFIRMATIVAS DOUTRINÁRIAS



FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO - Somente com a prática da Caridade Material e Moral atingiremos nossa evolução espiritual.

DAR DE GRAÇA O QUE DE GRAÇA RECEBER- Toda ajuda espiritual prestada é absolutamente gratuita; quer sejam: passes, água fluidificada, ou qualquer outro tipo de assistência.

Para a realização de uma sessão espírita não há material nenhum para ser utilizado porque não se usa, nem se recomenda: velas, incensos, imagens, amuletos, talismãs, paramentos, bebidas, fumo, animais, aves, etc. A Doutrina Espírita não admite isso. Como também não realiza nem promove casamentos, batizados e nenhum tipo de sacramento.

SE ALGUM DIA A CIÊNCIA PROVAR que a doutrina espírita está errada em algum ponto; ela se modificará.

O ESPIRITISMO É A DOUTRINA DA FÉ RACIOCINADA.

FÉ RACIOCINADA É AQUELA QUE PODE ENCARAR A RAZÃO FACE A FACE EM TODAS AS ÉPOCAS DA HUMANIDADE.

CRENÇA na existência de vida humana em outros planetas e possibilidade de reencarnações recíprocas. O Espiritismo é uma CIÊNCIA (de observação) e uma FILOSOFIA de conseqüências religiosas. Como RELIGIÃO difere das demais por não possuir dogmas, rituais, imagens, objetos de culto e sacerdócio organizado.

MORAL - A moral pregada pela doutrina é a contida no Evangelho de Jesus.

NASCER, VIVER, MORRER, RENASCER E PROGREDIR SEMPRE, TAL É A LEI.

Espíritas: amai-vos, este o primeiro ensinamento; instruí-vos, este o segundo.( O Espírito de Verdade )

"Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral e pelos esforços que emprega para domar sua inclinações más.

O Espiritismo, é a ciência que estuda os espíritos, sua origem, destino e natureza, bem como suas relações com o mundo corporal.

Allan Kardec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário